O abandono escolar precoce foi identificado pela Comissão Europeia como um desafio particular enfrentado em muitos estados membros da UE. Está associado ao elevado desemprego dos jovens, a falta de competências relacionadas com o emprego e uma grande variedade de outros problemas sociais.

 

Há muitas razões por que alguns jovens desistem de educação e formação prematuramente, tais como: problemas pessoais ou familiares, dificuldades de aprendizagem ou uma situação socioeconómica frágil.

Contexto